Gostou? Compartilhe! :)

Você quer morar e trabalhar na Europa? Então deve ficar de olho nas áreas que geram empregos em Portugal, mas sofrem com a falta de trabalhadores. Esses setores são bem interessantes para os estrangeiros que buscam oportunidades de trabalho no país.

Poucas pessoas sabem, mas Portugal está carente de profissionais qualificados em algumas áreas. Com isso, as empresas não conseguem preencher suas necessidades e sobram vagas de emprego. Essa situação tem preocupado algumas consultorias de RH, afinal, pode travar o desenvolvimento do mercado de trabalho.

Confira as áreas TOP 3 que geram mais empregos por lá:

Turismo

Turismo é um dos setores que mais geram empregos em Portugal. Em março de 2017, por exemplo, o Grupo Pestana Hotel abriu 300 vagas nas áreas de bar, restaurante, cozinha, pastelaria e housekeeping.

As oportunidades de trabalho na área de turismo contemplam diferentes regiões de Portugal, principalmente Lisboa, Madeira, Algarve, Alentejo e Norte.

Engenharias

As empresas que atuam na área de engenharia e multinacionais buscam por profissionais qualificados em Portugal. Os engenheiros mecânicos, eletrotécnicos, civis, industriais e especializados em energias renováveis sempre encontram oportunidades de trabalho no país. Os profissionais especializados no setor portuário também contam com boas chances no mercado.

A maioria das vagas de emprego para engenheiros em Portugal se concentra em Lisboa, Porto, Braga e Coimbra.

Tecnologia da Informação (TI)

Quem se formou na área de TI tem boas chances de construir uma carreira em solo português, afinal, tecnologia da informação é uma das áreas que geram emprego e faltam trabalhadores em Portugal.

Existem várias empresas de TI em Portugal, que estão em busca de profissionais qualificados para integrar suas equipes. Entre elas, vale destacar Roff, Siemens, Outsystems, Mindsource, EMC Portugal, PT Portugal, MEO, SAS Institute Software e Cisco. Em resumo, o setor de tecnologia da informação em Portugal é constituído por mais de 8.300 empresas, que faturaram 11,4 milhões de euros só em 2015. As 200 maiores companhias da área aumentaram o número de colaboradores nos últimos anos, abrindo suas portas inclusive para estrangeiros.

Sobre o Mercado de Trabalho em Portugal

O mercado de trabalho em Portugal está vivendo um momento positivo. De acordo com informações do Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de desemprego no país apresentou uma queda de 10,1% no primeiro trimestre de 2017. É o menor índice registrado nos últimos sete anos.

O governo português espera chegar ao final do ano com uma taxa de desemprego ainda mais baixa, em torno de 9,9%. Também existe uma expectativa de que esse indicador continue em queda e chegue a 7,4% em 2021.


Fonte: Via Carreira

Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet