Um emprego no Japão tem sido muito fácil conseguir. O país tem mais vagas que pessoas especializadas para elas. Por isso, saiba neste artigo como conseguir um emprego lá, estando aqui no Brasil ainda.

A demanda japonesa é tanta, que existem 100 vagas para 60 pessoas, muito diferente do Brasil.

Com a crise econômica atravessada pelo Brasil, a procura por vagas de emprego no país asiático tem aumentado muito. Junto com a demanda, a oferta por oportunidades de trabalho para brasileiros no Japão também cresceu bastante.

Diversas agências ajudam brasileiros com ou sem descendência trabalhar do outro lado do mundo. Veja algumas delas:

Itiban

Com mais de 5 mil vagas ofertadas no Japão, a Itiban é a maior agência de empregos para brasileiros no Japão. Sua matriz fica em Maringá – SP e tem afiliadas localizadas nas cidades de São Paulo – SP, Londrina – PR, Campo Grande – MS, São Carlos – SP, Araçatuba – SP, Ribeirão Preto – SP e São José do Rio Preto – SP, a Itiban está no mercado desde 1995.

Acesse o site da agência [neste link].

TGKRH

A TGKRH é outra empresa relevante do segmento, ela atua há mais de 20 anos oferecendo diversas vagas de emprego para brasileiros no Japão.

Acesse o site da agência [neste link].

GEMA Empregos no Japão

A GEMA Empregos no Japão, por sua vez, possui portfólio de 30 mil clientes satisfeitos. Há 30 anos no mercado, a empresa oferece oportunidades apenas para descendentes de japoneses e/ou seus cônjuges.

Acesse o site da agência [neste link].

Dicas para conseguir trabalho no Japão

Se você quer encontrar um emprego no Japão, veja as principais dicas para que você consiga encontrar a vaga que tanto almeja.

1 – Disposição: Mostre disposição em se tornar um profissional de alto escalão naquilo que decidir fazer.

2 – Opte por um intercâmbio antes: O Japão tem uma cultura totalmente diferente, isso pode causar certo estranhamento para quem chega pela primeira vez. Se tiver oportunidade, opte por um intercâmbio ou viagem antes de se mudar em definitivo.

3 – Estude o idioma: Se você tem vontade de trabalhar no Japão, dominar a língua japonesa é um grande diferencial.

4 – Veja anúncios online: Mantenha-se atento aos sites de agências de emprego no Japão, algumas oportunidades podem desaparecer rápido.

5 – Pesquise muito: procure conhecer qual o perfil profissional que faz mais sucesso entre os empregadores japoneses e trabalhe o maior número possível de qualidades dentro da sua personalidade.


Continue acompanhando o Estágio Online para mais notícias, cursos gratuitos, vagas de estágio e emprego e dicas de especialistas.

Também temos diversas bolsas de estudo em mais de 1.200 faculdades de todo país, confira aqui: https://estagioonline.com/bolsas-estudo

Desejamos sucesso em sua jornada!


Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet