Gostou? Compartilhe! :)

O Québec, maior das dez províncias canadenses, está em busca de imigrantes para trabalhar em áreas de tecnologia da informação. Como o francês é a língua oficial do Québec, o requisito básico para trabalhar lá é dominar o idioma.

A Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CCBC) fará uma palestra na próxima terça-feira (22), em São Paulo, para falar sobre as oportunidades. As vagas eram limitadas e foram preenchidas rapidamente, segundo a assessoria de imprensa da CCBC.

Ainda segundo a Câmara, o site por onde eram feitas as inscrições (http://ccbc.net.br/tinoquebec/) passou por instabilidades devido ao grande número de acessos.

Para quem tem interesse em oportunidades de trabalho no Canadá, mas não conseguiu se inscrever para o evento, a Câmara de Comércio recomenda buscar mais informações em dois sites (em francês):

Québec International: http://www.quebecinternational.ca/
Abacus Talent: http://www.abacustalent.com/

País precisa de imigrantes
Segundo a Câmara de Comércio, o Québec não tem uma taxa de natalidade suficiente para renovar a população, por isso tornou-se uma terra de imigração.

A previsão é de que cerca de 1,4 milhão de empregos sejam preenchidos até 2021 em diversas áreas, sendo 20% vagas novas e 80% de substituição de trabalhadores que devem se aposentar.

Nesse momento, o foco do governo é recrutar profissionais de TI, segundo o diretor de relações institucionais da CCBC, Paulo de Castro Reis. Mas a província também demanda trabalhadores qualificados em outras áreas, como administração, construção civil, ciências biológicas e aeroespacial.

Fique por dentro das melhores oportunidades, é grátis! >> Cadastre-se <<

Trabalho em TI
Cerca de 25% dos profissionais do setor de tecnologia da informação e comunicações são imigrantes, diz a entidade.

Cerca de 49 mil novas vagas serão criadas até 2019, segundo Josyanne Villeneuve, sócia da empresa Abacus RH, especializada em recrutar profissionais estrangeiros para vagas em TI.

Ela afirma que são requisitadas pessoas formadas em ciência da computação e engenharia da computação, para atuar como analistas de base de dados e administradores de dados; designer e desenvolvedor web; programadores e desenvolvedores de mídias interativas; analistas e consultores de informática e gestores de sistemas.

Os salários variam de 27 a 40 dólares canadenses por hora (cerca de R$ 76 a R$ 112 por hora).

Programas para quem quer imigrar
Há dois programas diferentes para brasileiros que desejam trabalhar no Québec:

Programa de Imigração Permanente: para quem quer ter residência fixa no país e todos os direitos e obrigações de um morador do local. O programa não exige que a pessoa já tenha uma oferta de trabalho. Para se candidatar, além de falar francês, tem que ser profissional de alguma área procurada pela província. Ter menos de 35 anos, conhecimento em inglês e experiência profissional são diferenciais.

Programa de Trabalhadores Temporários: para quem tem um contrato de trabalho prévio com uma empresa canadense. Quando esse programa é aberto, já há um grupo de empresas e vagas que serão oferecidas a estrangeiros, segundo Perla Haro Ruiz. Mesmo assim, é necessário saber falar francês.


Fonte: UOL

Imagem em destaque: Foto/Reprodução internet